Centro de Convenções Salvador é nova aposta do turismo de negócios no Nordeste

Centro de Convenções Salvador é nova aposta do turismo de negócios no Nordeste

Empreendimento, administrado pela GL events, deve impactar a economia local em R$ 150 milhões ao ano

Um dos principais players do mercado de eventos no mundo, a multinacional francesa GL events desembarca no Nordeste brasileiro com planos de transformar a capital baiana em um dos principais destinos de turismo de negócios da América Latina e o terceiro do Brasil, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro. Concessionária responsável pela gestão do Centro de Convenções Salvador pelos próximos 25 anos, a companhia calcula que o impacto econômico do negócio na cidade será da ordem de R$ 150 milhões por ano, em três anos – período de maturação do empreendimento.

Construído pela Prefeitura de Salvador, o centro de convenções – inaugurado nos 23 e 26 de janeiro de 2020 em eventos para o trade turístico, autoridades e população da Bahia – receberá R$ 50 milhões de investimentos da GL events durante o período da concessão. A expectativa é que o espaço receba, em até três anos, cerca de 100 eventos por ano, com público em torno de 500 mil pessoas. Para 2020, já são 20 confirmados. O primeiro um evento corporativo da Polishop, em março, que vai reunir durante dois dias 4 mil pessoas de todo o Brasil. Também já foram anunciados a Bienal do Livro da Bahia, evento promovido pela GL exhibitions; Afropunk; Superbahia – Feira de Supermercados e a Yes Show Room – Feira de móveis, que acontecerá pela 1ª vez em Salvador.

“Esse é o centro mais versátil e charmoso do Brasil. Tem características únicas, como salas múltiplas, espaço para feiras e área externa de frente para o mar para shows e eventos corporativos e sociais. Nossas equipes em Nova York, Londres, Xangai, Rio de Janeiro e São Paulo já estão trabalhando na captação de eventos para Salvador. A cidade tem um potencial enorme para receber congressos nacionais e internacionais, assim como grandes eventos corporativos porque além de ter a infraestrutura necessária, Salvador tem história, gastronomia, belezas naturais e cultura muito fortes, como poucos locais no mundo. Isso permite que os turistas vivenciem experiências riquíssimas”, destaca Damien Timperio, CEO da GL events no Brasil.

De acordo com o executivo, o turismo de negócios, além de atrair pessoas de outros estados e países, garante à cidade 75% dos recursos, por meio dos gastos de turistas com transporte (passagem aérea, táxi), rede hoteleira, serviços e comércio – sem contar os impostos. Esse é um público que gasta, em média, três vezes mais que o turista que viaja a lazer, segundo dados do Ministério do Turismo.

“O papel do centro de convenções é qualificar o destino para se candidatar a receber congressos e feiras nacionais e internacionais; fomentar o turismo de negócios para ativar a cadeia econômica local. É com esse foco que vamos trabalhar em parceria com o trade turístico e os órgãos públicos da Bahia, pois a construção de um destino bem-sucedido depende de todos os entes públicos e privados. É um trabalho a muitas mãos e deve ser permanente. Afinal, o que se ‘vende’ lá fora é o destino: Salvador – Bahia, para depois apresentar o espaço de eventos”, afirma Ludovic Moullin, diretor-geral do Centro de Convenções Salvador.

Empregos – A inauguração do Centro de Convenções Salvador gera diretamente 100 empregos na cidade, entre colaboradores do próprio empreendimento e prestadores de serviço como segurança, limpeza e outros. Durante os eventos, o número aumenta devido aos contratos temporários, podendo chegar a 1 mil profissionais.

A estrutura – Com o mar da Bahia como cenário, o Centro de Convenções Salvador é um espaço versátil composto por salas múltiplas, espaços para feiras, área externa com 12 mil m² – de frente para o mar – para shows e eventos corporativos e sociais. O térreo conta com oito halls com 800m²; quatro salas de 390m², duas salas de 780m². Já o Foyer Central possui 2.500 m², enquanto dois Side Foyers possuem 1.000m² cada. No primeiro andar, seis salas de 195m² compõem o espaço, além de duas salas com 388m², duas salas de 780m² cada. O novo espaço conta ainda com um conjunto de 28 salas com vista para o mar da Praia da Armação: duas salas com 56m², duas salas com 67m² e 24 salas com 47m².

O Foyer Central também possui 2.500m². Para atender a demanda dos visitantes, o estacionamento comporta 1.480 veículos. A estrutura, própria para abrigar demandas corporativas de pequeno, médio e grande porte, ainda conta com um restaurante com vista para o mar, ocupando um espaço de 668m² e trazendo a beleza e o encantamento da orla de Salvador.

Sobre a GL events

Presente em 27 países nos cinco continentes, administra 50 espaços, entre pavilhões de exposições, centros de convenções e arenas multiuso. Com faturamento de 1.173 bilhão de euros em 2018, a empresa tem atualmente mais de 4.500 funcionários, sendo 36% deles fora da França. A companhia chegou em 2006 no Brasil, onde já investiu cerca de R$ 1 bilhão, e está presente nas suas três principais capitais turísticas e de negócios: São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Líder de mercado no país, a companhia reproduz aqui o modelo de negócios da matriz, com um portfólio de empresas que atuam em linhas de negócios complementares. Atualmente conta com seis empresas no país e faz a gestão do São Paulo Expo, o principal destino de eventos da América Latina, Riocentro, o mais completo centro de eventos e convenções do Brasil e que também conta com hotel de alto padrão para atender a demanda de eventos, além da Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, uma das principais arenas multiuso do mundo. Os três espaços recebem mais de 300 eventos e um público superior a 4,5 milhões de visitantes por ano. A partir de janeiro, a GL events também passa a gerir o Centro de Convenções de Salvador, na Bahia.